Aparelho dói mais em cima ou embaixo dica

Um dos tratamentos ortodônticos mais comuns e populares no mundo é o utilização de aparelho permanente, por se alimentar de um técnica simples, de possível preservação e que protege bons resultados estéticos. O aparelho permanente é bastante sugerido para as pessoas que precisam censurar o fileira dos dentes ou para aqueles que tenham complicações com a altercação dentária, sendo recomendado para muitas situações, dependendo do tipo de picada e da idade da indivíduo.


O que nem sequer todos sabem é que, para atingir os resultados esperados, é necessário muita abnegação e atenção do paciente com o tratamento, que necessita de higiene, oscilação de práticas e muita assiduidade. Dessa forma, elaboramos este artigo com 4 negócios que você necessita saber antes de colocar aparelho permanente.


COMO É O APARELHO PERMANENTE?


A ofício do aparelho ortodôntico permanente, resumidamente, é movimentar os dentes para a opinião correta, garantindo um fileira mais apropriado entre eles. Essa movimentação é efeito da pressão feita pelos componentes do aparelho que, principalmente, são:

Saiba Mais: Embora a sensibilidade a dor varie muito de pessoa para pessoa


Braquetes: peças metálicas coladas em cada um dos dentes e que servirá de base para o cordão metálico.
Cordão metálico: é um tipo de cordão que passa pelos braquetes e que possui a ofício de permitir o fileira proposto ao argola dentário.


Parte metálicas: são as peças que dão estrutura ao aparelho, servindo como ancoragem do sistema.

Dessa forma, o tratamento consiste em pressionar o argola dentário, de maneira progressiva, até que ele alcance o fileira proposto. Frequentemente, o tratamento tardada 2 anos para ser terminado, diversificando de acordo com o caso.


QUAIS EXAMES SÃO IMPORTANTES PARA COLOCAR APARELHO PERMANENTE?


A primeira coisa a ser feita, caso você tenha ambição em começar um tratamento com aparelho permanente, é aconselhar-se um ortodontista para que ele possa melhor orientar o tratamento de acordo com suas necessidades. Geralmente, ele pedirá alguns exames, como raio-x e fotografias da rosto, para quantidade ver com mais definição a requisito maior parte dos arcos dentários. Além disso, antes de começar o tratamento ortodôntico, será preciso afirmar a figura de cáries ou de periodontites, uma vez que essas condições dificultam e, várias vezes, impedem este tratamento.


AFAZERES COM A HIGIENE


Após a posto do aparelho permanente, a higienização dos dentes se torna mais complicado e bastante trabalhosa, sendo preciso cantar a atenção com a saneamento bucal, a fim de evitar o começo de cáries e complicações com a gengiva. Dessa maneira, será preciso usar escova de dentes sui generis, ultramacia, que contenha um canalito central capaz de atingir os braquetes e limpá-los. Além disso, você terá de de uma escova interdental, para a higienização entre os arcos, e de passa cordão, para favorecer o utilização de cordão dental.


AFAZERES COM A REFEIÇÃO


Além dos afazeres com a higiene, é fundamental que o paciente similarmente cuide da refeição, uma vez que alguns alimentos são capazes de impedir a saneamento e mais são capazes de deteriorar o aparelho permanente. Dessa maneira, evite alimentos grudentos e açucarados, como gomas de mascar e balas, uma vez que os resíduos desses alimentos são capazes de se aboletar entre os componentes do aparelho e favorecerem o progresso de bactérias.

Alimentos duros e fibrosos similarmente precisam ser evitados, por causa de à eventualidade de causarem danos ao aparelho e arrebentar seus componentes, uma coisa bastante comum entre as indivíduos que utilizam aparelho permanente. Dessa maneira, opte por alimentos macios ou bem cortados.


Por fim, realmente compensa realçar que os primeiros meses do tratamento exigem muita assiduidade, uma vez que o processamento pode ser dolente e de complicado transposição, causando alguns desconfortos ao alimentar-se e até mesmo para anunciar. Não obstante, este é um dos procedimentos ortodônticos mais eficientes e que trazem grandes vantagens ao final do tratamento.

FONTE: https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *