APARELHO FIXO TRANSPARENTE E ALINHADOR INVISÍVEL

Ao ir em uma consulta odontológica há pouco tempo, você descobriu que deverá colocar o aparelho ortodôntico para censurar o satisfação e deixá-lo mais adornado. Não obstante, ao pedir por opções e preços, você acabou concluindo que, hoje em dia, não há mais apenas aquele tipo clássico de aparelho com braquetes e borrachinha e, efetivamente, diversos: com coloração, sem coloração, veraz, alinhador… As opções são muitas, porém será que você sabe reconhecer e, especialmente, adotar entre cada uma delas? O Sorrisologia conversou com o ortodontista Caio Botta Martins, e ele esclareceu um pouco das diferenças e benefícios entre eles.


PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE O APARELHO VERAZ PERMANENTE E OS ALINHADORES TRANSPARENTES


Bem, inicialmente deve-se supervisionar que os 2 tipos de aparelho, tanto o permanente, quanto o alinhador, evidencia como propósito deixar os dentes mais certinhos e oferecer ao paciente uma arcada com uma ótima ofício mastigatória. Não obstante, Caio explica que, embora do propósito ser o mesmo, os 2 aparelhos são totalmente distintos: “O aparelho permanente veraz é colado aos dentes e o paciente não pode dispensar ao longo o tratamento. Já o aparelho alinhador é completamente removido e precisa ser retirado em alguns momentos do dia para que o tratamento siga de modo correto ”, esclarece o ortodontista.


PORÉM POR ISSO ENTRE OS 2 MODELOS, QUAL O MAIS RENDOSO?


Vale comunicar que os dois os aparelhos contem benefícios e desvantagens. Dessa forma, não há uma tecnologia para tratamento que apenas possua vantagens. O ortodontista explica: “ Por exemplo, se o paciente é pouco colaborador, desleixado, não possui ótima cotidiano para utilização de aparelho transferível, o utilização de alinhadores será capaz de ser uma catástrofe.

Para que o tratamento funcione, o paciente terá de utilizar o aparelho alinhador por quase 22 horas por dia ”. De acordo com Caio, no caso de pacientes indisciplinados, este utilização pode ser de pouco da meio do tempo recomendado, e os dentes ou não se movimentarão, ou levará bastante tempo para que isto ocorra.


Então, ele elucida: “A essencial dano do aparelho transferível (alinhador veraz ) é que ele depende 100% da assessoria do paciente. Já o aparelho permanente veraz, por ser colado aos dentes acaba sendo empregado de forma involuntária pelo mesmo ”, explica o ortodontista ao realizar: “ Hoje, consideramos uma dano destes aparelhos fixos o feito de auxiliar a associar mais bactérias, devido a dificuldade de saneamento pós refeição ”.


OS DOIS OS APARELHOS PRECISAM DE PRESERVAÇÃO


Não se engane em julgar que por optar por certo tipo de aparelho, o tratamento sairá mais moda por não ter preservação, okay? O ortodontista explica que é ideal ter um orientação com frequência nos 2 tipos de tratamento. “O ortodontista é a canhão necessário para seu tratamento permitir certamente, independente de qual aparelho você optar por utilizar, por isso, estar próximo a ele é importantíssimo”.


Além disso, Caio ressalta: “ Cada indivíduo tem uma resposta tecidual distinto, tempos de utilização distintos e complicações iniciais da mesma maneira distintos. Dessa forma, o tratamento depende de uma constante análise do profissional e do controle dos movimentos desejados”, esclarece o ortodontista, que complementa: “Ajustes nos aparelho e trocas de técnicas ao longo o tratamento são comuns, por isso de modo algum deixe de surgir seu ortodontista”.


TER NECESSIDADE DE DE ELÁSTICO OBRIGA AO UTILIZAÇÃO DE SOMENTE UM TIPO DE APARELHO?

Saiba Mais: O resultado do meu tratamento com alinhadores invisíveis


Não! Isto não restringe o utilização do alinhador se você quiser optar por ele, por exemplo. De acordo com Caio, o alinhador pode, e, várias vezes, é agregado ao utilização de elásticos. “Da mesma forma que os elásticos servem para auxiliar no boquilha da picada nos aparelho ortodônticos fixos, eles servem para convir a picada nos tratamentos com alinhadores”, explica Caio que esclarece: “ Para isto, os alinhadores recebem um recorte diferenciado no qual é inserido o elástico.


SAIBA PARA QUAIS CASOS É RECOMENDADO CADA TIPO DE APARELHO


É fundamental supervisionar que, hoje em dia, pode-se corporificar todo tipo de tratamento com os 2 tipos de aparelho. Não obstante, quem decidirá e terá a palavra final do tipo de aparelho a ser empregado não é o paciente, e efetivamente, o ortodontista. “Ele deverá avaliar o paciente, supervisionar suas queixas e estudar qual aparelho se encaixará melhor no tratamento daquele caso exclusivo do paciente ”, explica Caio.

“Pacientes pouco colaboradores não contem bastante sucesso no utilização do alinhador e geralmente são capazes de impedir até mesmo o utilização do aparelho permanente. Por isso, são várias as variáveis para se adotar um tipo de aparelho para um tipo de paciente ”, complementa. Dessa forma, confie no seu ortodontista e não se baseie em casos de colegas e conhecidos. Somente o seu dentista saberá mostrar o melhor tipo de tratamento para o seu caso, em exclusivo!

FONTE: https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial