Entenda Como a Cirurgia Plástica Pode ser Perigosa


A cirurgia plástica pode ser perigosa visto que são capazes de manifestar-se algumas problemas como infecção, trombose ou zanga dos pontos. Porém estas problemas são mais comum em indivíduos que contem doenças crônicas, fraqueza ou toma anticoagulantes como Varfina e Aspirina, por exemplo.


Além disso, há maior chances de problemas no momento em que a intervenção dura mais de 2 horas, em caso de anestesia maior parte ou no momento em que se faz uma intervenção grande, como abdominoplastia seguida de prótese de mama e enxerto de glúteos, por exemplo.


A melhor maneira de coarctar os riscas de problemas devido a uma intervenção plástica é corporificar o técnica numa clínica ou hospital, com um clínico plástico braços da Clube Brasileira de Intervenção Plástica e seguir todas as suas recomendações no pré e no pós operatório.

Hematoma e machas roxas


O progresso de um hematoma é a história mais comum da intervenção plástica, que acontece por causa de ao concentração de sangue na região operada, causando inchaço e dor. Além disso, similarmente são capazes de manifestar-se manchas roxas, visto que os vasos sanguíneos rompem ao longo a intervenção.


Estas problemas são capazes de manifestar-se em todas as cirurgias plásticas, sendo comum em cirurgias para censurar as pálpebras, como blefaroplastia, lifting facial ou lipoaspiração.

Ainda que sejam problemas comuns e com baixo perigo, são na maior parte dos casos fácil tratadas com utilização de gelo ou aplicação de pomadas como Trombofob ou Hirudoid, por exemplo e, desaparecem lentamente até 2 semanas após a intervenção.


Concentração de líquido


No momento em que se verifica inchaço, pele avermelhada, dor e percepção de variação no local da gilvaz, pode-se estar desenvolvendo uma história tragada seroma.


Para evitar esta história é necessário utilizar uma banda, cinta ou tratamento compressivo no pós-operatório, repousar e utilizar um dreno para dispensar o líquido em exagero. Em alguns casos, pode ser preciso que uma enfermeira retire o liquido com uma seringa para favorecer a recuperação.

A boca dos pontos ou grampos pode provocar deiscência, que é no momento em que acontece a biombo das bordas dos tecidos que foram unidos e, o perigo de reproduzir uma infecção é maior e o tempo de cicatrização amplifica.


Esta história pode manifestar-se no momento em que a indivíduo faz movimentos excessivos no pós-operatório não cumprindo o alívio sugerido pelo médico e é mais comum em cirurgias na abdômen, como abdominoplastia.


Infecção


O perigo de infecção é mais comum em redor da gilvaz, no entanto similarmente pode acontecer uma infecção interna, causando sinais como inchaço, dor, febre e pus. Além disso, no caso de cirurgias no qual é feita a aplicação de próteses de silicone, como mamoplastia de crescimento pode acontecer a negativa da prótese, surgindo a infecção que precisa ser fraude com o utilização de remédios recomendados pelo médico.


Trombose

No momento em que acontece a formação de trombos ou coágulos é comum sentir inchaço e intensa dor nas pernas, especificamente na panturrilha, além de pele luzidio e arroxeada e, no caso de não ser fraude depressa os coágulos são capazes de deslocar-se para os pulmões provocando embolia pulmonar, uma situação dramático, que pode ser danoso.


Para evitar esta história é necessário ingerir medicamentos anticoagulantes, como Enoxaparina e movimentar os membro e as pernas mesmo enquanto está deitado, de alívio. Veja outras formas que são capazes de auxiliar a evitar a trombose das pernas.


Cicatrizes deformadas

O começo de cicatrizes grossas, deformadas e queloides pode acontecer depois de qualquer intervenção plástica porém são mais comuns quanto maior for a gilvaz. Além disso, similarmente pode reproduzir nódulos embaixo da pele que é causada pela formação de um fazenda difícil no local, que repuxa a pele.


Em alguns casos, são capazes de manifestar-se gilvaz retrativo, que é no momento em que a pele repuxa para dentro e produz um fossa na região operada. As melhores formas de alimentar as cicatrizes deformadas são a partir de sessões de fisioterapia plástica ou fazendo uma nova intervenção plástica para revisão da gilvaz.


Redução da receptividade


A redução de receptividade da região operada e em cima da gilvaz, pode acontecer por causa de ao inchaço da região, no entanto esta percepção vai diminuindo com o mudar do tempo.


Além destas 7 problemas da intervenção plástica similarmente são capazes de acontecer necrose, que é a morte dos tecidos por falta de sangue e gás e a poço de órgãos, não obstante estas problemas são mais raras e estão relacionadas a inexperiência do clínico plástico.


Principais resultados da anestesia


Todas as cirurgias plásticas são realizadas com anestesia para fechar a dor e deixar que o médico realize o técnica de modo correto. Porém a anestesia similarmente pode provocar outras problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *