Lipoaspiração Antes e Depois

No pós-operatório da lipoaspiração é comum sentir dor e, é comum aparecerem hematomas e inchaço na setor operada e, ainda que o resultado seja aproximadamente imediato, é ao fim de 1 mês que se pode reparar os resultados dessa intervenção.


A recuperação após a lipoaspiração depende da porção de gordura afastamento e do local que foi aspirado, sendo que as primeiras 48 horas são aquelas que exigem mais afazeres, especialmente com a postura e com a respiração para evitar problemas, sendo preciso retoques.


Na maioria das vezes a indivíduo pode voltar ao trabalho, caso não seja bastante exigente materialmente, depois de 15 dias da intervenção e, vai se sentindo melhor a cada dia. O tratamento fisioterapêutico pode começar depois de o 3º dia da lipo com drenagem linfática manual e orientações em correlação à postura e com treinos respiratórios. À cada dia pode-se adicionar um técnica distinto ao tratamento, de acordo com a urgência e a análise feita pelo fisioterapeuta.


Como diminuir a dor depois de lipoaspiração


A dor á o sinal mais comum estando presente depois de todas as intervenção por lipoaspiração. Ela consequência do provocação originado pelas cânulas de sugação e de como o fazenda foi combinado ao longo o técnica.
Para amenizar a dor, o médico pode regular analgésicos e alívio ao longo a primeira semana. Porém a drenagem linfática manual pode iniciar a ser feita no 3º dia do pós-operatório na setor não fraude e depois de cerca de 5-7 dias, já é possível corporificar a DLM em cima da região lipoaspirada.


A drenagem linfática manual é ótimo para coarctar o inchaço do corpo e ir aos poucos removendo as manchas roxas, sendo bastante eficaz no alívio da dor. Ela pode ser realizada todos os dias ou em dias alternados. São capazes de ser realizadas cerca de 20 sessões de tratamento. Veja como é feita em: Drenagem linfática.


Como diminuir as marcas roxas após a lipoaspiração
Além de ingerir muita água para hidratar o corpo e favorecer a fabricação de urina que irá dispensar as toxinas em exagero, pode ser recomendado utilizar à endermologia, para impulsionar a drenagem linfática. Similarmente pode ser utilizado o ultrassom de 3Mhz que auxilia a aumentar a circulação sanguínea eliminando as marcas.


Como cuidar da gilvaz


Nos primeiros 3 dias você precisa observar se os pontos da lipoaspiração estão secos e se está formando uma ‘ casquinha ‘. Se tiver qualquer alteração deve-se entrar em contato com o médico e afirmar se há urgência de substituir o tratamento.


Em casa, se a gilvaz estiver seca e cicatrizando bem, você pode realizar uma agradável massagem aplicando um nata hidratante ou gel com características cicatrizantes para realizar movimentos circulares, de um lado para o outro e de cima para baixo. Observe similarmente a receptividade da pele, e se ela estiver com pouco ou com muita receptividade mudar diversas vezes ao dia um migalha de algodão no local pode auxiliar a formalizar essa percepção.


Como diminuir o fazenda difícil


Algumas indivíduos possui a propensão de fazer mais fibrose que outras. A fibrose é no momento em que o fazenda que encontra-se por baixo e em redor da gilvaz encontra-se difícil ou parece estar encarcerado, como se estivesse ‘costurado’ ao massa magra.


A melhor maneira de evitar o progresso desse fazenda em exagero é com a massagem feita precisamente nesse local. O ideal é que este fazenda seja combinado até 20 dias após a lipoaspiração, porém se não for possível, pode-se utilizar a mais tratamentos para sua retirada, como a endermologia e a radiofrequência, por exemplo.


Como diminuir o inchaço local


Se de imediato acima ou embaixo da gilvaz manifestar-se uma região inchada, que parece ser uma ‘ pecúlio ‘ aluvião de água, isso pode mostrar um seroma. Esse pode ser removido por meio da vontade com rumo fina, realizada na clínica ou no hospital, e deve-se observar a coloração desse líquido visto que se estiver eivado o líquido será turvo ou com combinação de cores. O ideal é que se apresente evidente e constante, como a urina, por exemplo. Uma outra maneira de dispensar totalmente este concentração de líquido é por meio da radiofrequência realizada pelo fisioterapeuta.

Saiba Em Nosso Site: Antes da lipoaspiração, é preciso também fazer alguns exames


O que alimentar-se após a lipoaspiração


A refeição no pós operatório precisa ser rápido, à base de caldo, sopa, saladas, frutas, legumes, verduras e carnes magras grelhadas. Além disso, é necessário ingerir muito água para auxiliar a secar o líquido em exagero porém similarmente é sugerido alimentar-se mais alimentos ricos em albumina, como a clara de ovo, para diminuir o inchaço e favorecer a cicatrização.
Recomendações essenciais

Ficar com a cinta elástica ao longo 2 dias sem levar ;


Levar a cinta ao final de 48 h para realizar a higiene único e voltar a colocar, usando ao longo ao menos 15 dias;


Não realizar esforços;


Deitar sem pressionar o local aspirado;


Mexer as pernas com frequência para evitar a trombose venosa profunda.

​ Além disso, é fundamental, ingerir os remédios para a dor recomendados pelo médico para amenizar a dor e se possível começar a fisioterapia dermato ligado 3 dias após a intervenção. O tempo de tratamento varia de acordo com a técnica usada e urgência de cada indivíduo, porém frequentemente são necessárias entre 10 e 20 sessões que são capazes de ser realizadas todos os dias ou em dias alternados.

FONTE:
https://drfredericovasconcelos.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *