O que torna os dentes amarelos

Um sorriso branco realmente transmite a sensação da verdadeira saúde bucal, ao contrário dos dentes amarelados. Por isso, é importante que todos fiquem mais atentos aos fatores que deixam o sorriso amarelado para evitar essa situação que pode, inclusive, comprometer o nosso bem-estar e autoestima. Então, leia o post a seguir para conhecer as principais causas do problema e preservar a aparência dos seus dentes.

Negligenciar a higiene bucal

Saiba Mais: Dentes alinhados, branquíssimos, praticamente uma pérola, são ostentados por pessoas que acreditam

Uma das maiores razões do amarelamento do sorriso é a falta de seguir uma boa rotina de higiene bucal. Quando não mantemos esse hábito, naturalmente ocorre o acúmulo de placa bacteriana e até resíduos de alimentos que atacam o esmalte dos dentes. A partir de então, surgem manchas e o aspecto do dente já não é mais o mesmo, sem contar na possibilidade de cáries, tártaro e outros problemas.

Em vista disso, é essencial escovar os dentes com atenção (pelo menos três vezes ao dia, depois das principais refeições), usando uma boa pasta de dente e não esquecer do fio dental. As limpezas mais profundas realizadas no consultório, geralmente a cada seis meses, também ajudam muito na prevenção. Não por acaso, muitas pessoas notam o sorriso mais branco e brilhante depois desse tipo de procedimento.

Consumir certos alimentos

Os nossos hábitos alimentares têm influência em todo o nosso organismo, inclusive na saúde e coloração dos nossos dentes. Logo, vale a pena saber quais tipos de alimentos e bebidas são prejudiciais nesse sentido. Os principais vilões são os excessos de substâncias como o açúcar e os corantes. Entre os exemplos mais comuns, que deixam os dentes amarelos, e devem ser evitados, estão: vinho tinto;

Fumar O cigarro é, certamente, uma das principais causas dos dentes amarelados, sendo que facilmente percebemos em muitos fumantes um aspecto desagradável nos seus sorrisos.

Portanto, esse é mais um motivo para abandonar esse mau hábito, além de todo prejuízo que ele causa à saúde em geral. 4. Herdar características genéticas Muitas pessoas não sabem mas em alguns casos a genética é a causa do amarelamento. Determinados genes realmente podem fazer com que os pacientes tenham naturalmente os dentes mais escuros do que outros.

Normalmente, isso é uma herança passada de pais para filhos e, mesmo que a higiene seja mantida com cuidado, nem sempre é possível reverter a situação a não ser com tratamentos estéticos, como o clareamento.

Envelhecer Por fim, é comum que o esmalte dentário vá se desgastando com o tempo e que isso resulte em um escurecimento involuntário dos dentes. É similar ao processo que ocorre com os nossos fios de cabelo, que se tornam brancos com os anos.

Outra questão é que o uso de alguns medicamentos ao longo da vida também contribuem para isso, sendo provável, principalmente na terceira idade, que o aspecto do sorriso já não seja o mesmo da juventude.

Diante de todos esses fatores, fica claro que é fundamental manter o acompanhamento odontológico para que qualquer problema possa ser prevenido ou tratado. Inclusive, um bom profissional deve orientar seus pacientes de forma a preservar a saúde bucal.

Caso os dentes amarelados se tornem um incômodo, afetando a aparência e a autoestima da pessoa, ela deve procurar um dentista para iniciar um tratamento estético. Duas boas alternativas são o clareamento (que pode ser feito em casa ou no consultório) e as lentes de contato, que conseguem transformar tanto o posicionamento dos dentes como a sua tonalidade.

De qualquer maneira, é essencial manter bons hábitos no dia a dia, como cuidar da alimentação, evitar o tabagismo e manter a higiene sempre em dia. Assim, mesmo que você faça um procedimento clareador para realçar ainda mais o sorriso, o resultado será preservado por mais tempo.

FONTE: https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial