Pedras nos rins: causas, sintomas e tratamentos

Estamos falando de uma condição dolorosa marcada pela formação de pedrinhas que obstruem o sistema urinário. Popularmente conhecida como pedra nos rins, essa diplomação endurecida pode surgir nos rins e atravancar outro ponto da canal urinário. Como a uretra, canal que transporta a urina até a bexiga, é largamente estreito, a partícula acaba emperrada. Em decorrência da experiência de expulsão, surge a dor intensa.

Os rins funcionam como dois avultado filtros do sangue. Além de água para formar a urina, eles demorem diversos elementos, como cálcio, ácido úrico e oxalato. Quando essas moléculas aparecem em grande quando cenotáfios moléculas aparecem em grande quantidade e há curto líquido para dissolvê-las, surgem cristais ou agregados que se avolumam e viram os cálculos. O tamanho deles matiza bastante.

Sintomas

  • Volume insuficiente de urina, ou urina supersaturada de sais.
  • Grande quantidade de cálcio, fosfatos, oxalatos, cistina, ou falta de citrato.
  • Distúrbios metabólicos do ácido úrico ou da glândula paratireoide.
  • Alterações anatômicas.
  • Obstrução das vias urinárias.

Osintoma típico de pedra nos rins pela urina é a cólica renal uma dor lombar aguda, unilateral, de forte intensidade, que se irradia para a frente do abdômen. Em alguns poucos casos, os pacientes são assintomáticos ou sentem pouca dor durante a passagem do cálculo. No entanto, existem outros sintomas que podem estar associados ao cálculo renal, como:

  • Vômitos e febre.
  • Sangue na urina.
  • Suspensão ou diminuição do fluxo urinário.
  • Necessidade mais frequente de urinar.
  • Infecções urinárias.

Tratamentos

o contrário do que se recomendava no passado, durante os crises deve ser evitada a deglutição exagerada de líquidos. apurado em excesso pode aumentar a pressão da mija no rim e, consequentemente, aumentar as dores. os passadios podem ser de vários tipos: Medicamentos podem ser indicados apenas pelo médico levando em conta a causa da formação das apurações. Durante as crises, é designado o uso de analgésicos e anti-inflamatórios potentes para aliviar a dor, que é extremamente forte, quase insuportável.

Indicações

  • Beba muita água regularmente. De dois a três litros por dia. Essa é a medida mais importante para prevenir o cálculo renal;
  • Utilize um filtro de papel quando houver a possibilidade de estar eliminando um cálculo. A análise de sua composição pode orientar o médico na escolha do tratamento mais adequado;
  • O uso de medicamentos contra dor deve ser prescrito pelo médico. Alguns deles são desaconselháveis para pessoas com problemas estomacais ou para gestantes;
  • Controle a ingestão de alimentos ricos em proteínas e cálcio, se os cálculos forem formados por excesso de ácido úrico ou cálcio;
  • Não se automedique nem faça o próprio diagnóstico. Procure atendimento médico, especialmente se tiver dores intensas nas costas ou no abdômen e sinais de sangue na urina.

Para mais informações: Acesse Nefroclinica

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

FONTE: https://www.estadao.com.br/mais-lidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial