Periodontia

A Periodontia é uma setor odontológica responsável pela prevenção e tratamento das doenças que acometem os tecidos de estrutura e proteção dos dentes, dos quais fazem parte o fibra periodontal, o embaraço e a gengiva em redor do componente dental. É a base para inúmeras especialidades odontológicas. Várias vezes, não é conhecida a cabida valia, por exemplo, no hora de se corporificar, um tratamento ortodôntico, implantes e próteses mais extensas.


A Periodontia afã precisamente com o “ terreno ”, uma vez que é no fazenda periodontal de guarida dentário que os implantes e próteses serão fixados, no qual será feita a movimentação ortodôntica, sendo indispensável a preservação da saúde dessa região.


Atinge mais da meio da indivíduos brasileira


Essa enfermidade é bem mais comum que se pensa, de acordo com a clube brasileira de periodontia (SOBRAPE), dados comprovam que as doenças periodontais atingem cerca de 75% da indivíduos acima de 25 anos de idade, esse índice é surpreendentemente alto.


É fundamental salientar que a enfermidade periodontal não possui cura. Elas precisam ser tratadas e mantidas sob constante preservação. O paciente precisa realizar reavaliações periódicas com seu periodontista. Lembrando constantemente que o paciente é o essencial responsável pela preservação do sucesso do tratamento, uma vez que apenas ele será capaz de moderar todos os dias a formação de padrão bacteriana (biofilme) e, de modo consequente, preservar a enfermidade inativa e controlado.

Saiba Mais: A periodontia é uma inflamação que ocorre nos tecidos ao redor dos dentes, gengiva


Os riscas são também maiores para os portadores de doenças periodontais. A enfermidade tem estreita correlação com uma série de complicações sistêmicos como: doenças cardiovasculares ( infarto ), doenças respiratórias (pneumonias, rinites, sinusite) e acidente vascular cerebral – AVC (derrames).


Além disso, a osteoporose, diabete mellitus, abscesso cerebral, perigo de partos prematuros e abortos espontâneos contem relatos científicos que comprovam essa correlação.

Fique atendo aos sinais


Dependendo do estágio em que a enfermidade se encontra, observa-se uma série de implicações que demonstram um agravo da enfermidade periodontal. Relacionamos as principais, porém, somente um profissional autorizado será capaz de encerrar o reconhecimento e acarretar adequadamente o tratamento.


Sangramentos e inflamações na gengiva (gengivas vermelhas, inchadas e lisas);


Figura de palpite dental ( sedimento );


Halitose ( malévolo bafejo ) vivo e figura de pus;


Dentes amolecidos ( mutabilidade dental);

e
Descrição da raiz de alguns dentes (o dente encontra-se maior, uma vez que a gengiva se afasta do dente – retração gengival).

Vantagens do tratamento


A enfermidade periodontal é uma das principais motivos de redução dentária, gerando complicações funcionais e estéticos. Os vantagens do tratamento da enfermidade periodontal relaciona-se de modo direto com a saúde, o bem-estar, a entono do paciente, a prevenção e tratamento interdisciplinar dos(as):


Doenças cardiovasculares isquêmicas;


Doenças respiratórias;


Diabete mellitus;


Nascimentos de crianças prematuras e com baixo peso.

FONTE :https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *