Quais os tipos de dentes da arcada dentária

O dente siso é o dente que mais ouvimos anunciar e conhecemos bem. Porém você conhece todos os tipos de dentes? Aproximadamente não notamos, porém cada um dos generalidades de nossa região bucal trabalha como parte de um todo. E os dentes são as peças-chave desse conjunto. Eles são classificados variadamente visto que cada um apresenta utilidades variadas. Incisivos, caninos, pré-molares e molares: vamos conhecê-los mais aprofundadamente? A profissional em prótese dentária Elis Regina nos contou mais sobre a ofício de cada um e como é o interior de um dente.


AS PARTES QUE COMPÕEM UM DENTE

Saiba Mais: O que são os dentes: Dentes são estruturas mineralizadas presentes em nossa boca


Se não conseguimos olhar para o siso, imagine para o interior do dente! Catalogado em coroa e raiz, é por aqui que encontra-se o conhecido esmalte ou a massa. A coroa é a parte superior e patente do dente, já a raiz é a parte revestimento do componente, dentro do embaraço. Porém não para por aí. Estes 2 são constituídos pelo esmalte, dentina e massa.


O esmalte é a mão mais externa do componente. “É o fazenda mais difícil e mineralizado de todo o organismo, porém pode ser deteriorado se os dentes não forem higienizados adequadamente”, atento a profissional. A descomposição dentária ocorre bem nessa região! Logo embaixo dela encontra-se a dentina. Essa é a mão encarregado por permitir aquela tinta amarelada e é ligada, a partir de aumento, à massa. “A massa é o fazenda macio mostrado no centro do dente, no qual se encontram o substância e os vasos sangüíneos”, define ela.

Dessa maneira, no momento em que uma consumição atinge a dentina, ela pode atravessá-la e alcançar de modo direto a essa setor bom, apresentando muita dor ao paciente.


A MEDIDA E A OFÍCIO DOS DENTES


Cada dente da arcada dentária executa uma ofício distinto na nossa digestão, deixando o mantimento concluído para seguir ao interior do corpo. Ao todo são 32 dentes, contando com o surgimento dos 4 sisos. Eles são classificados em incisivos, caninos, pré-molares e molares.


Os incisivos são os quatro primeiros. Eles servem para entristecer os alimentos. Os caninos contem pontas agudas e afiadas e servem para esfarrapar os alimentos, de acordo com a profissional. Em seguida deles, são os dentes mais escondidos, porém não pouco essenciais. Os pré-molares ficam bem ao lado dos caninos. Eles apresentam duas cúspides, ou seja, pontas, que esmagam e moem a alimento.

Posteriormente, os molares, situados lá no finalzinho da arcada. “Apresentam mais de duas cúspides que servem para britar os alimentos ”, acrescenta. É nesse último grupo que estão inseridos os dentes sisos, similarmente chamados de terceiros molares.


AS RESULTADOS DE UMA REDUÇÃO DENTÁRIA


Como cada um executa uma ofício distinto em um sistema maior, perdê-los significa dificultar o desempenho desse conjunto. “A falta de um componente prejudica a correta mastigação, uma vez que o dente transtornado evidencia sua ofício substituída por outro que não possuía a mesma”, explica ele.

No momento em que isto ocorre, pode ocorrer de um dente ficar azafamado, podendo resultar complicações bucais, como receptividade dentária, periodontite e ATM. Dessa forma, se este for o caso, não se esqueça de aconselhar-se um profissional e perquirir as capacidade de realizar um instituição ou utilizar próteses dentárias.

FONTE: https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *