Quais são os riscos de implante


Como já tratamos aqui no blog da Dentalprev, o implante dentário costuma ser bem sucedido em 98% dos casos, o que não significa contudo, que esse tipo de procedimento não apresente riscos. Mesmo com a alta taxa de sucesso e o grande contentamento dos pacientes, o implante dentário ainda sim é uma cirurgia e, como tal, pode apresentar alguns riscos à saúde e à integridade do paciente.

Por isso, é sempre bom conversar com o dentista sobre o procedimento e contar com o auxílio de profissionais qualificados que tenham experiência com esse tipo de tratamento. Casos de rejeição O implante dentário nada mais é do que uma cirurgia, em geral, realizada no próprio consultório onde um pino de titânio é instalado no tecido ósseo do paciente para que, posteriormente, seja colocada uma prótese do dente perdido.

Como o implante promove a restauração completa dos dentes, boa parte dos pacientes fica satisfeita com o procedimento até porque, a recuperação de um dente influencia diretamente na segurança e na autoestima do paciente. Porém, em alguns raríssimos casos pode ocorrer a rejeição ou até a alergia relacionada ao material metálico.

É mais comum verificar os casos de rejeição do enxerto ósseo para aqueles pacientes que não contam com a estrutura do tecido ósseo para a instalação do implante.

Mas casos de rejeição existem

Fumantes Os poucos casos de insucesso relacionados à colocação de implantes dentários estão diretamente ligados aos fumantes. Em geral, devido às substâncias presentes no cigarro, esses pacientes ficam mais suscetíveis a apresentarem problemas no pós-operatório do que os demais pacientes.

Como o custo do procedimento não é tão baixo e também envolvem questões importantes como a estima, a segurança e a confiança é bom que o paciente fumante tenha consciência de que seu hábito pode se tornar um fator bastante prejudicial, caso necessite realizar esse tipo de tratamento odontológico.

Não reabsorção óssea Para alguns pacientes, a reabsorção óssea se torna problemática. Isso pode ocorrer, tanto em razão da idade do paciente, quanto em casos de doenças crônicas como a osteoporose, por exemplo. A reabsorção óssea é o que torna a base do implante fixa e confere aspecto mais natural à prótese.

Por isso, é muito importante que o dentista avalie o estado da saúde bucal e preste todas as informações necessárias ao paciente antes de realizar o procedimento. O implante dentário é um dos tratamentos que mais resultados positivos gera perante para os pacientes. O benefício estético é instantâneo e o paciente, que sofre com a ausência de um dente, costuma se surpreender.

Saiba Mais: Quanto tempo demora o processo de implante dentário

No entanto, é válido destacar que os benefícios do implante vão muito além do estético e interferem na saúde bucal e geral do paciente como um todo. Por isso, é bom consultar o dentista, avaliar todos os prós e contras do seu caso antes de realizar o tratamento e buscar a melhor solução para você!

FONTE: https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial