Quem faz hemodiálise tem cura


Nosso corpo funciona como uma máquina e os nossos órgãos são como peças que fazem essa máquina funcionar. Existem alguns casos em que determinadas peças deixam de funcionar corretamente, o que também acontece com os nossos órgãos. Muitas vezes um tratamento pode resolver esse problema, mas também existem doenças que não possuem cura. Nesses casos, existem algumas alternativas externas que podem ajudar a pessoa, como é o caso da hemodiálise.

O que é a Hemodiálise

A hemodiálise é um processo que permite remover tanto as toxinas quanto o excesso de águas de pessoas em que o organismo, por alguma razão, não é capaz de fazer isso sozinho. Podemos então dizer que, basicamente, a hemodiálise é um processo de substituição artificial para os rins. O processo consiste na utilização de uma máquina que puxa o sangue através de uma bomba que faz o sangue circular. Dentro dessa máquina, é feita uma verdadeira limpeza no sangue do paciente, eliminando todas as substâncias e toxinas que estiverem em excesso.

Quem Precisa Fazer Hemodiálise

A hemodiálise é um processo indicado para aqueles que possuem uma doença renal aguda ou grave. Apenas um médico especialista pode indicar esse tratamento, através da análise de alguns fatores do seu corpo, como: Dosagem de ureia no sangue Porcentagem de funcionamento de cada um dos rins Presença ou ausência de doença nos ossos Avaliação de anemia Dosagem de potássio no sangue A partir desses fatores e da análise de seus sintomas e seus exames, um médico poderá saber exatamente quem precisa ou não passar por um processo de hemodiálise.

O que é Necessário Para Fazer a Hemodiálise

Alguns equipamentos são necessários para que o processo de hemodiálise ocorra, vamos falar mais detalhadamente sobre cada um deles, assim como sobre o seu papel dentro do processo. Esses equipamentos são: Monitor de Hemodiálise Linhas de Sangue Dialisador Monitor de Hemodiálise O monitor de hemodiálise é o responsável por transportar o sangue em segurança do paciente para a máquina e da máquina de volta para o paciente. Ele regula todo o líquido que passa pelo dialisador para que nada ocorra fora do programado.

Saiba Mais: O que você sabe sobre a insuficiência renal

Linhas de Sangue

Elas levam o sangue até o dialisador, onde ele é passa por todo o processo de diálise e recebe a heparina, então outras linhas levam o sangue de volta para o corpo do paciente, este sangue sempre monitorado pelo monitor de hemodiálise. Dialisador O dialisador é o filtro, é ele que vai realizar toda a limpeza no sangue e aplicar a heparina através de uma bomba específica para essa função. Ele possui dois compartimentos, um para o sangue e outra para o fluído dialisado.

As células do sangue continuam o caminho normal, enquanto as toxinas e os fluídos em excesso acabam ficando dentro desse outro compartimento, fazendo com que o sangue flua e siga limpo de volta para o corpo.

O Rim Pode Voltar a Funcionar

Essa é uma das perguntas mais realizadas por quem está tendo contato com a hemodiálise pela primeira vez. É importante saber que não se trata de um tratamento para a cura da doença renal e sim de um processo que susbstiui a função dos rins, filtrando as impurezas que estão no sangue de uma pessoa. Por isso, a resposta para essa pergunta é não para quem possui a doença renal crônica avançada.

A única forma de o paciente deixar de fazer a hemodiálise é através da realização de um transplante renal. Já para quem possui a doença renal aguda, existem sim chances de o rim se regenerar e voltar a funcionar, mas com o acompanhamento e um tratamento correto e feito juntamente com a hemodiálise.

Na verdade, a explicação é bem simples. Diálise é o nome dado ao processo que tem como finalidade filtrar substâncias tóxicas ou em excesso. Existem dois tipos de diálise, a peritoneal e a hemodiálise. Essa por sua vez é um processo de diálise feito no sangue para fazer a função que os rins da pessoa não podem mais. Os dois termos se conversam, porém tem significados um pouco diferentes.

Existem certas situações na vida que não podemos evitar, como é o caso de doenças. Uma doença renal crônica muitas vezes vai pedir que a sua vida se transforme e que você faça hemodiálise para poder viver uma vida normal.

Apesar de isso parecer um transtorno para muitas pessoas, devemos pensar que esse tipo de processo só existe graças às evoluções na medicina que proporcionaram que pessoas que possuem esse tipo de doença possam continuar com suas vidas através desses procedimentos.

FONTE: https://www.r7.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial