Rinoplastia: Qual idade e recomenda

Atualmente, com o uso cada vez maior das redes sociais, muitos adolescentes têm se tornando à rinoplastia, cirurgia plástica no nariz. Mas existe idade mínima para se entregar a esse tipo de cirurgia? Até que ponto o efeito selfie têm interferência nessa escolha? O cirurgião plástico Luiz Fernando Vieira Gomes, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, responde a essa e outras questões.



Quando e em quais casos a rinoplastia é indicada?



A rinoplastia é indicada quando o paciente indica uma queixa estética no nariz que pode ser corrigida por um procedimento cirúrgico – dorso alto, ponta gordinha ou ponta caída, nariz torto, dentre outros. Mas é importante ressaltar que não é só a questão estética que deve ser avaliado pelo cirurgião. O médico precisa avaliar se, de fato, o paciente é um bom candidato à cirurgia, ou não. É importante o paciente ter consciência dos riscos e do resultado da cirurgia. É preciso que a mudança parta de um desejo principal e não de uma vontade passageira, ditada por modismos.



Existe uma idade mínima para ser feita a operação?



Não há um consenso. Deve-se levar em conta que até os 15 anos a parte crânio-maxilo-facial ainda está em desenvolvimento. E o nariz é o centro do crescimento facial. A partir desta idade, já há uma estabilização. Os pais devem estar envolvidos na decisão do jovem, já que a adolescência é um período incomum Mas se o adolescente sofrer um trauma que afete o nariz, a cirurgia é indicada independentemente da idade.

Muita gente faz a operação de desvio de septo e depois faz uma rinoplastia. É aparentemente  necessário fazer as duas?

Rinoplastia é uma cirurgia visão diferente da cirurgia de desvio de septo, cujo objetivo é corrigir um problema operante Muitas vezes, quem apresenta este problema tem dificuldades na respiração, entretanto, nem todas as pessoas que têm desvio de septo apresentam dificuldades respiratórias. As duas cirurgias, quando bem indicadas, podem ser realizadas ao mesmo tempo ou em tempos distintos. No caso da rinoplastia, o cirurgião plástico é indicado para o tratamento; e do desvio de septo, o otorrino. Mas há cirurgiões plásticos qualificados para corrigir tanto o aspecto estético como o operante Porém, em boa parte dos casos, os cirurgiões plásticos trabalham em conjunto com os otorrinolaringologistas.



O que é preciso para uma rinoplastia ser perfeita?



O importante é preservar a estrutura. Fazer intervenções agressivas incompatíveis com o rosto é abusivo. É importante harmonizar o nariz com todo o aspecto facial. Quem tem o rosto maior não pode ter nariz de boneca. Se a pessoa tem o queixo grande, o nariz precisa acompanhar. Tem gente que chega ao consultório com a foto de uma celebridade. Se aquele nariz não harmoniza com a pessoa, o cirurgião precisa dizer “não”. A pessoa não pode fazer uma cirurgia plástica com a expectativa irreal ou exagerada. A cirurgia plástica moderna combate a artificialização. É feio olhar para o nariz de uma pessoa e ter a certeza de que ela fez a cirurgia. É preciso corrigir os defeitos de forma que fique bastante natural.



O que é importante o paciente saber antes de se submeter à cirurgia?



O paciente, muitas vezes, tem uma ideia irreal do resultado possível, e isso gera uma expectativa muito grande. Por isso eu sempre bato na tecla de que a conversa anterior à cirurgia precisa ser minucioso e requer extrema precisão de ambas as partes, tanto do cirurgião quanto do paciente.



Quais os riscos de uma rinoplastia?



Cirurgia plástica é coisa séria, não me canso de repetir. Há pessoas que apresentam a queixa visão mas não têm condições clínicas de submeter-se à cirurgia – por diabetes, problemas cardiaco  ou hipertensão. Dependendo da gravidade dessas situações, a cirurgia deixa de ser possível ou recomendada. No caso da rinoplastia, se o cirurgião não for criterioso, pode resolver a queixa estética causando problemas funcionais, sem comentar o abalo psicológico de não se sentir bem com o próprio nariz. Rinoplastia na adolescência,Confira aqui

Isto é algo que precisa ser desconstruído, mas muitas pessoas querem o padrão, pequeno e pontudo – que, obviamente, não combina com todo mundo. Padrão tem de ser assim: “nariz concordante com a face, sem defeito estético e que funcionar bem”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial